Aos 98 anos, inglesa muda-se para casa de repouso para cuidar do filho de 80

“Amor verdadeiro, só de mãe.”

Nunca concordei muito com a frase acima, até porque considero-me um pai amoroso e um filho que sempre recebeu carinho e atenção em doses generosas de seus progenitores. Mas a história de Ada e Tom Keating, de Liverpool (Inglaterra), reforça ao extremo a velha máxima.

CONHEÇA E CURTA O TUDO DO BEM NO FACEBOOK

Tom tem 80 anos. Em 2016, os médicos recomendaram que ele passasse a viver em uma casa de repouso, já que seu estado de saúde inspirava cuidados constantes. Depois de alguns meses, sua mãe, a simpática Ada, também mudou-se para a mesma instituição. Aos 98 anos, ela diz que seu único desejo é permanecer ao lado do filho mais velho.

VEJA MAIS: Acabou o suspense! Veja a fantasia de atleta amputado para o Halloween 2017

“Eu sempre passo no quarto dele para dizer boa noite. E a primeira coisa que faço quando acordo é ir encontrá-lo”, disse Ada ao histórico jornal Liverpool Echo. Na reportagem, ela ainda conta que a dupla adora jogos de tabuleiro e ver televisão, seus passatempos diários.

“Você nunca deixa de ser uma mãe”, resume Ada. Um exemplo a ser seguido.

VEJA MAIS: Modelos “emagrecem” em foto para mandar mensagem contundente. Veja o antes e depois

VEJA MAIS: Manuscrito com a “Teoria da Felicidade” de Albert Einstein vai a leilão

arrow