Em caso raríssimo, mãe de aluguel engravida no meio da gestação de outro bebê

Uma história incrível, acontecida na Califórnia (EUA), está ganhando a internet graças à sua raridade e à coragem de uma mãe. Jessica Allen, 31 anos, resolveu alugar sua barriga no final do ano passado. Em troca de um pagamento de U$ 30.000 (cerca de R$ 100.000), ela fez uma fertilização in vitro para carregar o filho de um casal de asiáticos.

CONHEÇA E CURTA O TUDO DO BEM NO FACEBOOK

Tudo corria conforme o esperado até que os médicos descobriram que, na verdade, a mãe de aluguel estava esperando gêmeos. Uma grata surpresa, que fez com que a agência responsável pela gestação — o processo é legalizado na Califórnia — até aumentasse o valor do serviço para US$ 35.000. As informações e as imagens que ilustram esta página são do jornal The New York Post.

Dias depois do nascimento dos bebês, enquanto recuperava-se da cesariana, Jessica recebeu uma mensagem do casal que a contratou com uma foto dos pequenos. Um dos meninos tinha traços asiáticos, mas o outro era claramente afrodescendente. Com a foto, as perguntas: “Eles não são iguais, certo? Você consegue nos dizer o porquê?”

VEJA TAMBÉM: 15 fotos do primeiro encontro entre avós e seus netinhos para iluminar o seu dia

Um teste de DNA comprovou o que todos supunham: um dos bebês tinha o código genético do casal asiático e o outro era filho biológico de Jessica e seu marido (foto abaixo). Trata-se de um raríssimo caso de superfetação — a ovulação, fertilização e implantação de um segundo embrião durante uma gravidez já em curso, provocada por uma alteração hormonal.

VEJA TAMBÉM: 12 antes-e-depois incríveis mostram como a perda de peso transforma vidas

O casal de asiáticos não quis ficar com o segundo bebê e deu início a uma batalha na Justiça para reaver parte do dinheiro pago a Jessica. Por sua vez, a mãe de aluguel conseguiu recuperar a criança com a ajuda de um advogado. No meio do imbróglio jurídico, a empresa de fertilização in vitro afirma que está tentando chegar a um acordo para que tudo se resolva sem maiores prejuízos a todos os envolvidos.

Seja como for, agora a família de Jessica está completa. Aos 10 meses de idade, o pequeno Malachi já está morando com seus dois irmãos mais velhos (foto abaixo), depois que sua guarda foi finalmente concedida a seus pais biológicos. Uma história digna de novela das nove, não?

(Fotos: reprodução / The New York Post)

VEJA TAMBÉM: 10 fotos revelam os pequenos (e divertidos) perrengues da paternidade

arrow