Esquiador americano resgata 90 cães de abatedouro na Coreia do Sul

Com o final dos Jogos Olímpicos de Inverno — realizados neste mês em PyeongChang, na Coreia do Sul — o esquiador norte-americano Gus Kenworthy acabou levando um verdadeiro tesouro para casa. E engana-se quem pensa que estamos falando de uma medalha.

CONHEÇA E CURTA O TUDO DO BEM NO FACEBOOK

VEJA TAMBÉM: Vídeo – canadense entra em lago congelado para salvar cachorro

Com a ajuda da ong HSI (Humane Society International), Kenworthy e seu namorado conseguiram resgatar nada menos que 90 cães de uma fazenda sul-coreana. Como o mundo inteiro sabe, os habitantes do país asiático consomem carne canina regularmente. Segundo dados extraoficiais, mais de 2,5 milhões de animais são criados anualmente no país para esse fim.

VEJA TAMBÉM: Concurso elege as melhores fotos de partos e eterniza momentos mágicos

Em sua página no Instagram, o esquiador registrou o resgate e fez um relato sobre a experiência. “Hoje de manhã, fizemos uma visita de apertar o coração a uma fazenda com mais de 17.000 cães. Sim, temos de levar em conta a questão cultural sobre o consumo de cães na Coreia do Sul. Mas a forma como esses animais estão sendo tratados é completamente desumana. Um hábito não deveria atropelar a crueldade”, afirmou Kenworthy.

VEJA TAMBÉM: Como Elon Musk, o super-herói dos nerds, vai nos levar onde jamais estivemos

Além de resgatar os 90 filhotes, que serão enviados para adoção nos Estados Unidos e no Canadá, o esquiador ainda aumentou a família antes de deixar o país-sede dos Jogos Olímpicos de Inverno. “Adotamos a bebê da foto abaixo, que batizamos de Beemo. Ela virá morar conosco em breve, depois de ser vacinada. Não posso esperar pela vida que teremos juntos!”

Fique com mais algumas das fotos postadas por Kenworthy no Instagram.

  • arrow