Pitbull é eleita a nova prefeita de pequena cidade nos Estados Unidos

Quando a ex-prefeita da cidade de Rabbit Hash, uma border collie chamada Lucy Lou, anunciou seus planos de deixar o cargo, uma verdadeira corrida eleitoral começou entre os pets da localidade.

É isso mesmo: as eleições nessa pequena cidade do estado de Kentucky, nos EUA, são um pouco diferentes. Seu único propósito é arrecadar fundos para a comunidade, que reúne poucas centenas de cidadãos. Cada voto custa US$ 1, e os residentes de Rabbit Hash podem depositar quantas cédulas quiserem nas urnas. Depois, o investimento retorna na forma de benfeitorias para todos os munícipes.

CONHEÇA E CURTA O TUDO DO BEM NO FACEBOOK

No fundo, a brincadeira é coisa séria. Em meados dos anos 1990, os cidadãos do lugarejo chegaram à conclusão de que um prefeito humano não era realmente necessário para Rabbit Hash. Não demorou muito até que alguém sugerisse a reforma política que levou os pets ao poder.

Na última eleição, realizada no final de 2016, nada menos que um gato, uma galinha e um burro, entre outros animais, disputaram o cargo. Mas a eleita foi a pitbull Brynneth Pawltro, mais conhecida como Brynn. Segundo a revista “People”, a cadela recebeu impressionantes 3.300 votos — o que equivale mais ou menos 10 vezes a população local. Abaixo, você vê um pôster da campanha.

VEJA MAIS: Nova matilha de cães policiais derrete corações (inclusive da bandidagem)

Meses depois da eleição, a simpática pitbull já está acostumada a suas obrigações de prefeita. Sua agenda inclui aparições publicas, presença em eventos de caridade e sessões de carinho corpo-a-corpo com seus eleitores. Segundo sua dona, Jordie Bamforth, contou ao “Huffington Post”, Brynn ganhou a eleição por pregar “paz, amor e compreensão”, uma receita simples e eficaz.

VEJA MAIS: A inusitada amizade entre um peixe e um mergulhador japonês

“Brynn afirma que será amistosa com qualquer animal ou ser humano que passar por Rabbit Hash, especialmente com os gatos”, disse Jordie. “Ela gosta de perseguir felinos, mas prometeu segurar seus impulsos o máximo possível.”

VEJA MAIS: Depois de passar 20 anos no aquário de um restaurante, lagosta é finalmente solta no mar

Sua antecessora, Lucy, já tem planos para vôos mais altos. De acordo com boatos que circulam pela cidade, a border collie pretende concorrer à presidência dos Estados Unidos.

Será que não podemos importar esse tipo de reforma política para o Brasil?

arrow