Policial argentina amamenta bebê desnutrido em hospital e imagem viraliza – Tudo do Bem

Policial argentina amamenta bebê desnutrido em hospital e imagem viraliza

Poucas situações são capazes de causar maior angústia do que o abandono de uma criança, seja ele voluntário ou não. Vejamos a história que chega de Buenos Aires, na Argentina, uma metrópole que sofre com mazelas muito parecidas com as que enfrentamos nas grandes cidades brasileiras.

CONHEÇA E CURTA O TUDO DO BEM NO FACEBOOK

Na terça-feira passada, um bebê de poucos meses chegou à emergência do hospital infantil Irmã Maria Ludovica, na capital do país. O garotinho é o mais novo de seis irmãos, criados por uma mãe solteira sob condições precárias.

Depois de realizarem os primeiros exames e constatarem que a criança estava desnutrida, os médicos da instituição foram pegos de surpresa com a atitude da jovem policial Celeste Ayala. Sem pensar duas vezes, a militar pegou o bebê no colo e o amamentou. A cena foi registrada por um colega de trabalho de Celeste, que depois publicou a foto no Facebook.

Quiero hacer público este gran gesto de amor que tuviste hoy con ese bebito, que sin conocerlo no dudaste y por un…

Posted by Marcos Heredia on Tuesday, August 14, 2018

VEJA TAMBÉM: 457 guitarristas tocam AC/DC para entrar no Guinness Book e ajudar fundação

Em menos de uma semana, o post acima foi compartilhado mais de 110.000 vezes, além de causar mais de 150.000 reações entre os usuários da rede social.

“Percebi que ele estava com fome, já que não parava de chorar e insistia em colocar a mãozinha dentro da boca”, afirmou Celeste em sua página no Facebook. “Foi aí que pedi para segurá-lo e o amamentei.” A atitude da policial repercutiu forte na mídia local e a transformou em um dos personagens mais admirados da Argentina nos últimos tempos.

VEJA TAMBÉM: Artista revela como míopes enxergam o mundo em quadros incríveis

Celeste também foi homenageada pelas autoridades locais, que louvaram o comportamento da policial. “Gostaríamos de saudar a cadete Celeste Ayala. Atitudes como essa nos enchem de orgulho e nos obrigam a redobrar os esforços, o trabalho e a solidariedade com nossa comunidade”, afirma um comunicado oficial.

VEJA TAMBÉM: Conheça a garota de 17 anos que quer ser a primeira humana a pousar em Marte

Nós, aqui do TUDO DO BEM, desejamos que o gesto de Celeste sirva de inspiração para autoridades policiais de todo o planeta.

  • arrow