Sogra de Beyoncé sai do armário em música do novo disco do filho, o rapper Jay-Z

O novo álbum do rapper Jay-Z, “4:44”, acaba de ser lançado. E a grande surpresa da obra do marido de Beyoncé é a música “Smile”, na qual a mãe do cantor, Gloria Carter, assume ser gay.

“Mamãe teve quatro filhos, mas ela é lésbica / Teve que fingir como uma atriz por tanto tempo / Teve que se esconder no armário, teve que se medicar / A vergonha da sociedade e a dor eram demais para aguentar”, diz a letra da canção. E Jay-Z segue em frente: “Chorei lágrimas de alegria quando você se apaixonou / Não importa para mim se é por um homem ou por uma mulher / Tudo que quero é te ver sorrindo, atravessando o ódio.”

CONHEÇA E CURTA O TUDO DO BEM NO FACEBOOK

VEJA MAIS: Alemã fotografa pessoas comuns com e sem roupa para mostrar que, no fundo, somos todos iguais

Jay-Z foi um dos primeiros rappers a apoiar publicamente o casamento gay, em uma entrevista concedida em 2012. Mas essa é a primeira vez que ele fala publicamente sobre a sexualidade da sogra de Beyoncé. “O que as pessoas fazem em suas casas é problema delas. Você pode escolher quem quer amar. Isso não é diferente de discriminação racial. É discriminação, simples assim”, declarou o cantor à rede de TV CNN, há cinco anos.

VEJA MAIS: 9 ex-membros de gangues de rua têm suas tatuagens apagadas para derrubar estereótipos

Agora, a avó de 10 netos provou que idade não é empecilho para a felicidade. Armada de muita bravura, Gloria saiu do armário com ajuda do filho famoso. E usou a própria voz para recitar os versos de Jay-Z em sua participação especial na canção “Smile”:

“A sombra parece ser um bom lugar para se viver / Ninguém vai se machucar / Mas a vida é curta e é hora de ser livre / Ame quem você ama, porque a vida não está garantida.”

arrow