Em função do coronavírus, Gramado Summit é transferida para 30 de setembro a 2 de outubro – Tudo do Bem

Em função do coronavírus, Gramado Summit é transferida para 30 de setembro a 2 de outubro

Gramado Summit anuncia bandeira sustentável e firma parceria com a Greenpeace


Preocupada com o bem-estar e saúde dos participantes, palestrantes, patrocinadores e parceiros, a Gramado Summit optou por adiar a data de realização do evento em função da pandemia do Coronavírus. A conferência de inovação e tecnologia deixa de acontecer em agosto e passa para 30 de setembro a 2 de outubro, no Expogramado, em Gramado/RS. Todas as atrações seguem mantidas. O evento deve receber 8 mil visitantes, 140 palestrantes e 200 empresas na feira de negócios.

“Nós temos convicção que os negócios devem se adaptar e fazer do mundo um lugar melhor. Diante disso, eles devem contribuir para um desenvolvimento seguro e efetivo da sociedade. Com o desenvolvimento do covid-19 no nosso país, achamos prudente fazer a mesma Gramado Summit, com ainda mais impacto, mas em uma nova data”, explica o CEO do evento, Marcus Rossi.

Todos os palestrantes e expositores anunciados no site da Gramado Summit estão confirmados na nova data, incluindo nomes como Jordan Belfort (Lobo de Wall Street), Rony Meisler (Reserva), Flávia Buchmann (NotCo), Ana Fontes (Rede Mulher Empreendedora) e Maurício Benvenutti (StartSe). O curso exclusivo com Jordan Belfort também será mantido, bem como todas as oficinas e mentorias realizadas em estandes interativos na feira de negócios.

Fora a medida de segurança de adiar o evento, a Gramado Summit também está repassando 10% de cada ingresso vendido para o Hospital Arcanjo São Miguel – instituição de saúde de Gramado/RS. A ação busca contribuir para a prevenção do covid-19 e será realizada até o fim de maio.

EVENTO DIGITAL

Além de adiar a data de realização, a Gramado Summit também disponibilizará em breve a opção de participação digital no evento. Palestras da plenária principal serão transmitidas ao vivo via plataforma de streaming para aqueles que não se sentirem seguros de participarem presencialmente. “Acreditamos muito no potencial de networking que os encontros presenciais podem gerar, mas também sabemos que muitas pessoas ainda não têm condições de viajar e participar de um evento. É uma alternativa que pensamos para que todos possam consumir ao menos um pedaço do que é a Gramado Summit”, aponta Rossi.

SOBRE A GRAMADO SUMMIT

Em 2019, o evento teve 4 mil participantes de praticamente todos os estados brasileiros, além de contar com a participação dos governos de Canadá, Mônaco e Hong Kong como expositores. Para este ano, os organizadores querem internacionalizar ainda mais o evento, tanto na parte de expositores quanto na área de conteúdo.

O primeiro passo para concretizar isso foi o anúncio de Jordan Belfort (Lobo de Wall Street) como palestrante, que também ministrará um curso exclusivo para apenas 100 pessoas. Durante três horas, ele ensinará as principais técnicas que o tornaram o principal vendedor da história. Outro destaque na área de conteúdo é que a Gramado Summit terá palcos técnicos focados em segmentos específicos. Fora a plenária principal, um palco de Marketing, um de Finanças, um de Tecnologia e o “Minas de Propósito” estão confirmados.

Na feira de negócios, o objetivo é dobrar o número de empresas expositoras de 100 para 200, incluindo marcas consolidadas no mercado e startups em estágio inicial. Em termos de área construída, o evento passará de 12 mil m² para 20 mil m², o que representa um crescimento de 66,66%. O impacto econômico estimado é de R$ 12 milhões para a região.

  • arrow