Memorial da América Latina retoma clube de leitura com o tema “Mulheres contam” – Tudo do Bem

Memorial da América Latina retoma clube de leitura com o tema “Mulheres contam”

Bibliotecas lançam plataforma digital de livros



O Memorial da América Latina reiniciará o Clube de Leitura Ler a América Latina. Neste ano, o tema será “Mulheres contam” e a edição terá uma novidade: a participação das autoras. A cada encontro, as escritoras falarão sobre os seus trabalhos e, na sequência, haverá uma roda de conversa virtual. O primeiro evento deste ano acontece no próximo dia 13 de março, às 14h, com a escritora boliviana Giovanna Rivero.

+Sexóloga, empresária e influenciadora: conheça mais sobre sexo com Ana Otani
+Vídeo: veja como é o processo de aplicação da vacina contra a Covid-19
+Homem adiciona estranho em grupo da família no WhatsApp e só percebe depois de seis meses

Com objetivo de fomentar a leitura e a discussão sobre literatura latino-americana, o clube terá quatro encontros neste primeiro semestre, sempre aos sábados, com curadoria do CBEAL e das editoras convidadas, por meio da plataforma Zoom, das 10h às 11h30, com exceção da primeira conversa, que acontecerá às 14h. Todos os contos selecionados para o projeto estarão disponíveis para download.

No primeiro encontro, Giovanna Rivero apresentará o conto “Peixe, tartaruga, urubu” e também fará o lançamento do livro Terra fresca da sua tumba. A publicação em português marca a estreia da autora no Brasil, numa parceria entre as editoras Incompleta e Jandaíra. A edição já foi lançada na Argentina, Bolívia e Espanha. Alguns contos foram traduzidos para o italiano e incluídos em Ricomporre amorevoli Scheletri.

No dia 10 de abril, será a vez da autora Gabriela Aguerre (Uruguai-Brasil) falar sobre seu conto “Once upon in a blue moon”, publicado na revista ‘Puñado 6-B’ em 2019. Em maio (15), a conversa será com Monique Malcher (Brasil) sobre o conto “Suas sandálias me cabem?”. O último encontro apresenta os três minicontos “Jogo da Velha”, “Casinha” e “Coelho sai da toca”, de Ana Brêtas (Brasil), inspirados em brincadeiras infantis tradicionais.

O link para acessar a plataforma será enviado aos participantes por e-mail 15 minutos antes de cada encontro. Haverá emissão de certificado (frequência mínima de 75%). As inscrições devem ser feitas por meio de formulário online.

A atividade também está relacionada com a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), que prevê 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), especificamente ao Objetivo 4: “Assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos”.

Programação completa

13 de março
“Peixe, tartaruga, urubu”, com Giovanna Rivero (Bolívia)

10 de abril
“Once upon in a blue moon”, com Gabriela Aguerre (Uruguai~Brasil)

15 de maio
“Suas sandálias me cabem?”, com Monique Malcher (Brasil)

12 de junho
“Jogo da Velha”, “Casinha” e “Coelho sai da toca”, com Ana Brêtas (Brasil)

Veja também:

+ Descubra as maiores tendências de cozinha que estão bombando em 2021

+ Cozinha afetiva: dicas e inspirações para uma decoração que exalta as memórias

+ A “Moto do Ano 2021” na Alemanha

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Conheça o iate de luxo de Giorgio Armani: ele mesmo projetou e custa R$ 330 milhões

+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais

+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’

+ Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos

+ Bruna Marquezine posa de biquíni no Copacabana Palace. Confira as fotos!

+ Os 3 signos mais sensitivos do zodíaco

+ Os ‘Sapatos de Satanás’ do rapper Lil Nas X conterão uma gota de sangue humano

+ O bico do seu p… é rosa? Juliana Caetano, responde a fã de maneira ousada



  • arrow