Conheça os patrimônios culturais que podem sumir com uma possível guerra no Irã – Tudo do Bem

Conheça os patrimônios culturais que podem sumir com uma possível guerra no Irã

Patrimômios culturais que podem sumir com a guerra no Irã



No último dia 4 de janeiro, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou em sua conta no Twitter que iria destruir 52 alvos no Irã, dentre os quais vários locais importantes para a história e cultura do país do Oriente Médio.

Ex-moradora de rua e viciada em recuperação, garçonete ganha US$ 2.020 de gorjeta

#Mais lidas 2019: a internet quer saber qual é a cor destas esferas. Você consegue adivinhar?

#Mais lidas 2019: fotos revelam como a natureza está vencendo o veneno nuclear em Chernobil

Vale destacar que a Convenção de Haia, de 1954, do qual os dois países são signatários, proíbe a destruíção proposital de bens culturais em caso de conflito armado (embora Trump não pareça ligar tanto para isso…).

CONHEÇA E CURTA O TUDO DO BEM NO FACEBOOK

As fotos a seguir, tiradas pelo fotógrafo iraniano Mohammad Reza Domiri Ganji e publicadas em sua conta no Facebook, mostram o que o mundo poderia perder em caso de um conflito armado no país.

Mesquisa Vakil (século XVIII)
Patrimômios culturais que podem sumir com a guerra no Irã
Mesquita Sheikh Lotfollah (século XVII)
Patrimômios culturais que podem sumir com a guerra no Irã
Emarat-e-Badgir (Século XIX)
Patrimômios culturais que podem sumir com a guerra no Irã
Mesquita Nasir Al-Mulk (Século XIX)
Patrimômios culturais que podem sumir com a guerra no Irã
Ponte Allah-Verdi-Khaan (Século XVII)
Patrimômios culturais que podem sumir com a guerra no Irã
Ruínas da cidade de Persépolis (Século VI a.C.)
Patrimômios culturais que podem sumir com a guerra no Irã
Jardins de Eram (Século XIII)

 

Join the Discussion

Your email address will not be published. Required fields are marked *

  • arrow