Pessoas estão se alimentando de maneira mais saudável na quarentena, diz pesquisa – Tudo do Bem

Pessoas estão se alimentando de maneira mais saudável na quarentena, diz pesquisa

Pessoas estão se alimentando de maneira mais saudável na quarentena, diz pesquisa



Em meio ao isolamento social, as pessoas estão adotando hábitos alimentares mais saudáveis. É o que aponta um levantamento global que está sendo realizado numa parceria entre a Universidade de Antuérpia e outras duas universidades da Bélgica.

+Artista transforma tortas em obras de arte
+Mulher de 103 anos comemora cura do covid-19 com cerveja

+Gato fica irreconhecível após perder quase 1 kg de pelo

Os resultados preliminares indicam a redução nas compras de alimentos prontos e guloseimas. “Em isolamento, as pessoas estão comendo de maneira mais saudável, preparando a própria comida e consumindo mais frutas e vegetais”, disse a coordenadora do estudo Charlotte De Backer, em entrevista à Reuters.

Realizada inicialmente no país europeu entre os meses de abril e maio, a pesquisa acabou sendo estendida, pela internet, para o mundo e já conta com contribuições de 39 países, incluindo o Brasil. Os resultados finais devem ser divulgados no fim de junho. O formulário da pesquisa pode ser consultado aqui.

Veja também

+ Golden retriever obeso é abandonado, ganha nova família e perde 45 kg

+ Artista recria rostos de imperadores romanos

+App permite testar melhor design de sobrancelhas para você

+McDonald’s vende molho especial pela primeira vez no Brasil

+ No Twitter, aparecem fotos do navio que transportou nitrato de amônio para Beirute

+ Dicas fáceis de como limpar panela queimada

+ 5 minissuculentas que vão trazer muito charme à sua casa

+ Saiba mais sobre a vacina BCG, uma das mais importantes da infância

+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro

+ Sylvester Stallone coloca seu Cadillac Escalade personalizado à venda; confira!

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo

  • arrow