Professora cria mecanismo genial para monitorar a saúde emocional de seus alunos – Tudo do Bem

Professora cria mecanismo genial para monitorar a saúde emocional de seus alunos



Um quadro em branco, alguns blocos de Post-it e um punhado de canetas. Foi o que bastou para Erin Castillo, uma professora de inglês de São Francisco (EUA), transformar uma boa ideia em um poderoso instrumento para avaliar a saúde mental de seus alunos — e, de quebra, viralizar nas redes sociais.

CONHEÇA E CURTA O TUDO DO BEM NO FACEBOOK

Erin transformou-se em uma celebridade do bem depois que uma usuária do Facebook, a também norte-americana Tara Mitchell Holman, publicou uma foto que mostra o quadro criado pela professora. Nele, uma tabela elenca várias opções de estado de espírito:

  • Estou muito bem
  • Estou OK
  • Estou meia-boca
  • Estou lutando
  • Estou passando por um período difícil e não quero participar
  • Não estou legal

Ao chegar à sala de aula, cada aluno pega uma folhinha, escreve seu nome no verso e cola o pedaço de papel no campo que quiser. Cada um na sua. Dessa forma, a professora pode entender melhor o comportamento de cada criança e adolescente e, eventualmente, identificar problemas ou algum tipo de risco.

VEJA TAMBÉM: ONU revela projeto de cidade flutuante para até 10.000 habitantes

“Uau. Esta professora pede para seus alunos preencherem um quadro com seus nomes toda segunda-feira. Depois, ela fala reservadamente com cada um deles, para saber se precisam conversar com alguém. Uma checagem semanal com cada estudante. Talvez a gente consiga passar essa ideia a outros professores.”

VEJA TAMBÉM: Japoneses criam seios artificiais para pais amamentarem seus bebês. Pode isso?

O texto acima, escrito ao lado da foto no Facebook, resume como a sacada de Erin (foto abaixo) é simples e adaptável a qualquer sala de aula ao redor do globo. Não por acaso, o post foi compartilhado quase 190.000 vezes ao longo de apenas três semanas.

VEJA TAMBÉM: 10 mães empoderadas revelam a beleza de seus corpos depois do parto

Depois que a história viralizou, Erin disponibilizou uma versão para download gratuito do quadro (em inglês) no site Teachers Pay Teachers (Professores Pagam Professores). Se você trabalha com educação e quer baixar o PDF, clique aqui e cadastre-se na plataforma. Um exemplo a ser seguido.

  • arrow